E@D

 Regime de ensino não presencial

A partir do dia 8 de fevereiro de 2021 retomam-se as atividades educativas e letivas no Agrupamento de Escolas Maria Keil em regime de ensino não presencial. Enquanto escola de acolhimento,  Escola Básica Integrada de Apelação continuará a dar resposta aos alunos para quem foram mobilizadas medidas educativas adicionais bem como acolhimento para os filhos ou outros dependentes a cargo de dependentes a cargo de trabalhadores cuja mobilização ou prontidão para o serviço obste a que prestem assistência aos mesmos. Para além disso, continuará a consubstanciar-se a possibilidade de alimentação aos alunos integradas nos escalões A e B da ação social escolar.  O calendário escolar sofreu alterações através de despacho, permitindo recuperar os 11 dias úteis da atual pausa letiva (entre 22 de janeiro a 5 de fevereiro de 2021), designadamente através dos seguintes ajustes: supressão da pausa letiva de Carnaval, prevista de 15 a 17 de fevereiro; alteração na pausa letiva da Páscoa, que passa a ter início no dia 29 de março e a terminar a 1 de abril de 2021; alteração das datas de conclusão do terceiro período para os diferentes anos de escolaridade. O retorno ao regime de ensino não presencial foi definido no Agrupamento de Escolas no plano de ensino a distância, sendo que o mesmo poderá ser consultado nos documentos abaixo que poderão ser consultados através do respetivo link.

Orientações para o Ano Letivo 2020/2021

Manual de Boas Práticas

Notícia publicada em 03.02.2021

Com o objetivo de garantir que todas as crianças e todos os alunos continuem a aprender no presente contexto foi criado o Plano de Ensino à Distância (E@D) cujo desenvolvimento pretende proporcionar as respostas mais adequadas e potenciadoras do sucesso educativo dos alunos através da experimentação de novos modos de ensinar.

Plano E@D

Plano EMAEI E@D

Despacho n.º 9/2020, de 30 de março

Estudo em Casa: Recomendações de Segurança

A Direção-Geral da Educação em articulação com o Centro Nacional de Cibersegurança e a Comissão Nacional de Proteção de Dados, disponibiliza um conjunto de recomendações e de orientações, a ter em conta na utilização das tecnologias de suporte ao ensino a distância. Divulgam-se, ainda, medidas de segurança específicas para o uso das plataformas ZOOMMoodleMicrosoft Teams e Google Classroom (a disponibilizar brevemente), de modo a que a sua utilização, no âmbito do ensino a distância, se processe de forma segura. A Direção-Geral da Educação destaca ainda as orientações emanadas pela Comissão Nacional de Proteção de Dados, com o objetivo de  proteger os dados pessoais e minimizar o impacto sobre os direitos dos respetivos  titulares. Mais informações em: https://www.seguranet.pt/pt/estudo-em-casa-recomendacoes-de-seguranca

#SERJOVEMEMCASA

Informação adicional

Sítio de Apoio às Escolas – https://apoioescolas.dge.mec.pt/
10 Recomendações sobre o ensino a distância da Unesco
OCDE, Education responses to covid-19: Embracing digital learning and online collaboration, 23 de março de 2020
meDe, Missão Estratégica Digital da Escola, ANPRI